quinta-feira, maio 31

Circuito do Algarve: Listas de inscritos

Este fim de semana os nacionais de velocidade prosseguem no Autódromo Internacional do Algarve, incluídos no programa do WTCC.

Fique a conhecer as listas de inscritos:

- Taça de Portugal de Circuitos

Campeonato / Taça de Portugal de Clássicos de Circuitos

Campeonato / Taça de Portugal de Clássicos de Circuitos 1300

publicado em Sportmotores

Leia Mais

Prova de Testes para A.Maia Sport

Sexta Feita, dia1 de Junho realiza-se a 1ª edição do Rali de Viana do Castelo, organizada pelo CAST (Clube Automóvel de Santo Tirso) e pontuável para o Regional Norte de Ralis ao qual se junta uma prova Extra.

E é ai que a equipa A.MaiaSport, estará presente, novamente com duas viaturas de forma a preparar da melhor forma a última prova do Campeonato Open de Ralis, a realizar no final do mês de Junho.

Desta feita Júlio Maia, no Peugeot 206 S1600, que parte para a estrada com o nrº 22, será acompanhado por Jorge Antunes, amigo de longa data que já fez provas no passado com o piloto da Póvoa, e Alexandre Rodrigues seu habitual navegador acompanhará Manuel Martins no seu habitual Peugeot 206 Gti, que sai com o nrº 28.

Para Júlio Maia esta prova, “ vai servir essencialmente para ver se os problemas sentidos no último rali estão resolvidos e também para “dar” ao Jorge uma pequena “prenda” pelo apoio que nos tem dado ao longo destes anos.”

Manuel Martins será acompanhado por Alexandre Rodrigues “de forma a cumprir uma promessa antiga de fazermos uma prova juntos. O Rui vai ajudar mais uma vez um amigo que se iniciou á pouco nos Ralis, a bordo de um Nissan Micra, o que deu para conjugar da melhor forma o interesse de todos. Quero ganhar ritmo para chegar a Monção o melhor preparado possível, pois este ano ainda tenho poucos Kms de prova e como é um rali perto de casa, juntamos assim o útil ao agradável” finalizou o piloto apoiado pelo Credito Agrícola e Liqui Moly.

A prova minhota começa na sexta-feira á noite com a realização de uma Super Especial noturna junto ao navio Gil Eanes para no sábado continuar com a realização de mais duas Especiais percorridas por 3 vezes, repetindo-se a Super Especial no Inicio da tarde, num total de 54kms de especiais.

Relembramos que continuamos com a parceria a equipa poveira e a Associação Dar-a-Sorrir, uma associação de carácter social onde são desenvolvidas várias iniciativas na ajuda de pessoas carentes e sem recursos financeiros, onde a equipa vai ao longo da época dispor de um bidão no parque de assistência onde todos os presentes poderão deixar as suas “Tampinhas”, um dos projetos da associação tem como objectivo impulsionar a reciclagem e a solidariedade na angariação e recolha de tampinhas junto a sociedade. Posteriormente estas tampinhas recolhidas serão vendidas, e os fundos revertidos para a aquisição de vários tipos de equipamentos destinados à deficientes com necessidades especiais, que estejam impossibilitados de os adquirir por não obterem recursos financeiros para tal.

A equipa agradece o apoio de todas a empresas de que continuam a acreditar no nosso projecto onde destacamos a: LIQUI MOLY, CRÉDITO AGRICOLA, WACKER NEUSON, A.MAIA LDA, BAR MOINHOS AO VENTO, AUTO COSTA, NORTESHOPPING E POVOACAR entre outros.

comunicado A.MaiaSport

Leia Mais

Pedro Silva com prova condicionada

A Catedral dos ralis a norte - Fafe, foi palco no passado sábado de mais uma ronda do Campeonato Regional Ralis Nordeste, competição que se inseriu na Taça de Portugal de Ralis e ainda Campeonato de Portugal de Ralis.

O Rallye Serras de Fafe, prova a cargo a Demoporto, fui uma jornada bastante complexa para a dupla Pedro Silva e Valter Cardoso, que apesar de tudo conseguiram somar preciosos pontos para o Campeonato.
No dia anterior ao arranque do rali a dupla fez um pequeno teste, onde viram um amortecedor ceder, conseguindo contudo reparar o carro a tempo das verificações técnicas.
No sábado, as condições climatéricas acabaram por dificultar a tarefa das equipas, já que a muita chuva deixou os troços algo enlameados e propícios a saídas de estrada.
Como nos salienta o piloto de Guimarães “a prova infelizmente correu-nos muito mal. No primeiro troço houve muita chuva, tornando os pisos muito escorregadios, além de ter provocado o embaciamento dos vidros que, infelizmente, o nosso sistema de desembaciamento não conseguiu eliminar, pelo que a visibilidade era muito má... Assim, seguimos num ritmo extremamente lento de forma a não termos nenhum contratempo, pois não conseguia ver onde estavam os trilhos e andávamos muitas vezes em cima da lama solta. Este embaciamento dos vidros prejudicou-nos ao ponto de na segunda passagem, já com o vidro limpo, termos melhorado o tempo em cerca de dois minutos, apesar de termos andado com muitas cautelas, uma vez que já era impossível recuperar o tempo perdido na primeira especial e era importante terminar a prova para podermos marcar pontos. De seguida, fui lentamente ganhando de novo confiança, mas em Montim 2, sensivelmente a meio do troço, uma pancada numa pedra fez a protecção do carter empenar, ficando a tocar no selector da caixa de velocidades, deixando-a encravada em segunda.”
Neste momento e apesar dos percalços, a dupla do Citroën Saxo cumpria o seu primeiro objectivo, já que terminou a componente desportiva do Regional Nordeste, que realizava apenas as 4 primeiras especiais rali.
Na assistência, a equipa técnica da Bastos Sport esteve mais uma vez excelente, resolvendo o problema dentro dos 30 minutos de assistência disponíveis, não incorrendo, portanto, em nenhuma penalização, o que permitiu à dupla partir muito mais motivada para as últimas quatro especiais da prova.
Na parte da tarde, à medida que íamos fazendo quilómetros, começava a confiar mais em mim e no carro e desta forma fomos aumentando o nosso ritmo gradualmente, conseguindo atingir um ritmo interessante na parte do meio / final de Lameirinha 2, em que acabamos por conseguir obter um tempo satisfatório”, salientou o piloto.
Estando já a fazer uma boa recuperação do tempo perdido, a dupla viu novamente o azar bater-lhes à porta no último troço. “Seguimos confiantes para o ultimo troço, mas a sorte voltou a não estar connosco, pois ainda na fase inicial do troço de Luílhas, logo a seguir ao gancho de Gontim, a jante da frente direita partiu-se depois de um toque numa pedra, pelo que paramos para a trocar, mas acabamos por perder à volta de 10 minutos na operação pois o macaco não estava a funcionar em condições. Em termos de resultado foi um rali para esquecer, mas nem tudo foi mau, pois sinto que consegui melhorar alguma coisa na minha condução em terra, que é um piso onde tenho pouca experiência e onde não me sentia minimamente à vontade, pelo que estou ansioso que chegue a próxima prova neste tipo de piso de modo a poder evoluir ainda mais”, concluiu Pedro Silva
Pedro Silva e Valter Cardoso terminaram na sexta posição do Campeonato Regional Ralis Nordeste, terceira entre os carros de apenas duas rodas motrizes. Na Taça de Portugal de Ralis, concluíram a prova na 16ª posição da geral.

press Nuno Pimenta

Leia Mais

quarta-feira, maio 30

TPC: Troféu em disputa no Algarve

Realiza-se este fim-de-semana, de 1 a 3 de Junho, em conjunto com o WTCC no Autódromo Internacional do Algarve mais um evento do Racing Weekend que será pontuável para o Iberian Supercars Series mas que definirá igualmente o vencedor da Taça de Portugal de Circuitos. Paralelamente estarão também em pista o Campeonato de Portugal de Clássicos e Clássicos 1300. Um evento que terá transmissões em directo na RTP no Sábado e Domingo.

A segunda ronda do Iberian Supercars Series chega ao Algarve com a dupla da Goodsense Racing Team, Patrick Cunha/José Ramos no Lamborghini Gallardo na liderança com mais de 14 pontos de vantagem sobre os segundos classificados César Campaniço/Carlos Vieira num Audi R8 LMS do Team Novadrive. No entanto há que destacar a presença de José Pedro Fontes/Miguel Barbosa no Mercedes SLS da Vodafone BP Ultimate Team que não foram felizes na primeira ronda mas que certamente quererão a desforra, até porque o Circuito de Portimão adapta-se bem à máquina que terão em mãos.

Não menos interessante serão as lutas nas outras categorias. Entre os GT4, Miguel Ferreira/Francisco Carvalho (Aston Martin) estão na frente mas a apenas três pontos de vantagem para Fábio Mota/Mauro Marques (Aston Martin). Na GT Cup os líderes encontram-se empatados mas não vão querer sair de Portimão na mesma condição: Paulo Moreno/Pedro Moleiro (Posche 997) e António e José Cabral (Porsche 997) vão proporcionar boas lutas. Novidade na lista de inscritos é a união de Pedro Marreiros com José Monroy num Porsche 997 GT4 e a entrada de Mário Silva/Bernardo Sá Nogueira num Porsche 911 na GT Cup.

No que à Taça de Portugal de Circuitos diz respeito, a mesma decide-se habitualmente no fim-de-semana que o WTCC visita o nosso país e se o ano passado coube a César Campaniço/João Pedro Figueiredo esse feito, este ano serão vários os candidatos a querer que o feito não se repita.

O programa do fim-de-semana vai ser vasto e todos aqueles que visitarem o Circuito de Portimão vão ter oportunidade de assistir a momento únicos de competição, mas quem não tiver oportunidade de se deslocar até ao Algarve poderá assistir a tudo através da RTP. No Sábado a partir das 15.20h e no Domingo às 16.15h na RTP2.

publicado em Sportmotores

Leia Mais

Luís Mota foi segundo na Taça

A cidade de Fafe foi o palco escolhido para mais uma edição do Rallye Serras de Fafe, prova pontuável para o Campeonato de Portugal de Ralis, 2 L/2 RM, Taça de Portugal de Ralis e ainda Campeonato Regional Ralis Nordeste.

Para a Competisport o balanço final é muito positivo, já que o Mitsubishi EVO IV voltou a dar cartas!
Luís Mota, que na prova em pisos de terra teve a seu lado Marco Macedo entrou a vencer, sendo o primeiro líder da prova ao vencer a primeira especial. Na segunda especial registaram o segundo tempo e o objetivo era manter a toada para as segundas passagens dos troços iniciais. Contudo a dupla viu o motor sobreaquecer, sendo obrigados a rodar com o ALS desligado e consequentemente não podendo aproveitar ao máximo o EVO IV.
Apesar do tempo perdido não baixaram os braços e tentaram manter a posição nos três primeiros, mas debateram-se com alguns problemas de caixa de velocidades que não ajudou em nada.
Ainda assim a equipa do Cartaxo concluiu a prova e mais uma vez, conseguem subir ao pódio, terminando a prova da Demoporto na segunda posição da Taça de Portugal de Ralis.
Positivo, mas nada fácil foi a prova de José Mendes. O piloto do Opel Kadett, a fazer a sua estreia nos ralis teve alguns percalços devido aos pisos escorregadios além da dificuldade na visibilidade devido ao muito embaciamento dos vidros.
Na parte da tarde e já com os pisos secos, o piloto debateu-se com um problema no corta corrente, que desligou o Opel por diversas vezes no decorrer dos troços. Apesar de tudo o piloto navegado por Pedro Lopes foi cumprindo troço a troço e conseguiu alcançar o pódio final.
Apesar do resultado, o piloto ficou muito satisfeito com esta sua primeira prova, e essencialmente de ter terminado um rali que foi marcado pelas muitas desistências, sendo uma experiência a repetir brevemente!

press Nuno Pimenta

Leia Mais

Apesar da desistência, Carlos Fernandes em evidência

Se no Rallye do Targa Vieira do Minho a dupla Carlos Fernandes e Daniel Amaral tinham já mostrado todo o seu valor, no Rallye Serras de Fafe conseguiram ainda surpreender tudo e todos com um grande andamento que os levou a alcançar grandes resultados nesta segunda ronda da Taça de Portugal de Ralis.

De facto, o Rallye Serras de Fafe foi um rali quase em pleno para a equipa, que contudo não conseguiu terminar o rali em pisos de terra.
Sendo a sua estreia nesta prova, os pisos muito escorregadios e as más condições climatéricas não assustaram o piloto de Sintra que entrou forte e averbou muitos bons cronos, sobretudo num rali que nada era favorável ao Citroën C2 R2 Max. No primeiro troço não evitaram um pião, sendo ainda assim os 7º. Nos troços seguintes rodaram sempre entre os 3 primeiros, chegando mesmo a registar o segundo melhor tempo na quarta especial.
Rodando sempre com um andamento muito forte, a equipa viu o azar bater-lhes à porta na sétima especial, numa altura em que eram os terceiros da Taça de Portugal, lideres entre os carros de apenas duas rodas motrizes.
Como nos salienta o piloto “este rali estava a ser perfeito por vários motivos. A nossa equipa técnica conseguiu fazer um excelente trabalho na preparação do C2. Fiquei ainda muito surpreendido com o desempenho que conseguimos ter do Pneus Kumho que também foi excelente. Além disto contei com um grande navegador, que esteve irrepreensível durante todo rali e que me deu uma grande ajuda e confiança no decorrer dos troços. O único senão foi mesmo o motor não ter aguentado e ter cedido. Ainda não temos a certeza qual o motivo ao certo que provocou o problema, pois só ao abrir o motor teremos certeza do que foi.
Acho que enquanto andamos conseguimos ser muito competitivos, e para mim isso é muito positivo, pois consegui ser já forte também nos pisos de terra. Acho que a época que fiz no Desafio ModelStand foi sem dúvida uma mais-valia, pois o ritmo e a competitividade do Troféu, ajudou me muito na minha evolução, sobretudo nos pisos de terra.
Quero ainda agradecer a todos os nossos patrocinadores pelo apoio que nos têm prestado é também a todos os que têm colaborado neste projeto”
.

Carlos Fernandes e Daniel Amaral prosseguem agora para uma pausa, já que a Taça de Portugal de Ralis prossegue apenas em Setembro!

press Nuno Pimenta

Leia Mais

Ricardo Marques “Depois dos azares, terminar foi essencial!”

Não correu como o esperado o Rallye Serras de Fafe para o Team Global Stadium, nesta que foi a segunda prova do Campeonato de Portugal de Ralis 2L/2 RM.

A dupla Ricardo Marques e Paulo Marques partiram bastantes motivados na prova em pisos de terra, mas as más condições climatéricas que se abateram no inicio do rali, acabaram por estragar por completo o rali da equipa do Citroën C2 R2 Max.
Logo no primeiro troço, foram obrigados a parar. Como nos refere o piloto de Vieira do Minho “estávamos a rodar com os vidros muito embaciados, com algumas cautelas, mas chegamos a um ponto que tivemos que parar pois não conseguíamos sequer ver onde estávamos e claro perdemos bastante tempo!”.
Como não bastasse, a equipa teve ainda problemas com os intercomunicadores, durante toda a manhã que os fez perder ainda mais tempo.
Nos troços da tarde, já com os pisos secos, rodaram bem melhor, recuperando algum do tempo perdido, mas a prova estava já condicionada e não valia a pena correr riscos.
Arrancamos para a parte de tarde do rali já muito atrasados em relação aos nossos adversários, e apesar de rodarmos sem problemas, fomos apenas centrados em terminar. Tínhamos já o rali condicionado e era desnecessário correr riscos e até mesmo esforçar a mecânica sabendo que seria difícil recuperar o tempo perdido. Assim garantimos estes pontos e vamos aproveitar esta longa pausa no CPR para preparar já a próxima prova”, salientou o piloto.
Ricardo Marques e Paulo Marques foram os 5º no CRP 2L/2RM, tendo terminado o Citroën Racing Trophy na quarta posição.
Em termos de CRP absoluto foram os 8º classificados.
O Campeonato prossegue em Setembro com o Rallye Centro de Portugal.

press release Nuno Pimenta

Leia Mais

ACB Racing quer dar condições de sucesso no Ilha Azul

Aproxima-se mais uma edição do Rali Ilha Azul, a disputar-se nos próximos dias 1 e 2 de junho em terras faialenses, e a ACB Racing reuniu armas e bagagens para, mais uma vez, assistir três das duplas cimeiras do Campeonato dos Açores de Ralis.

Os vice-campeões em título, Ricardo Carmo e Jorge Diniz, para além da assistência e da logística cuidada que a equipa liderada por António Castelo Branco sempre disponibiliza aos seus pilotos, ainda confia a preparação do Mitsubishi EVO IX à ACB Racing. Recusando-se a rever objectivos em baixa, mesmo depois de duas provas “que correram menos bem a nível de resultado final”, o terceirense afirma-se confiante que vai “reconquistar a vice-liderança do campeonato”, aproveitando, desde já, o Ilha Azul para começar a recuperar. Carmo afirma que a equipa está coesa e que, a nível pessoal, os níveis de confiança têm crescido a cada troço cumprido. “Apesar das limitações existentes, pensamos reunir todos os ingredientes para alcançar os nossos objectivos no final da época” afirma o piloto da Terceira.
Objectivos idênticos têm Luís Miguel Rego e Pedro Rodrigues que já confessaram pretender lutar pelo 2º lugar do rali, eles que utilizam a excelência das condições logísticas que a ACB Racing coloca ao dispôr das equipas que optam pelos seus serviços.
A caminho dos títulos do agrupamento de Turismo e das duas rodas motrizes parecem estar Henrique Moniz e Pedro Machado que encaram este Ilha Azul como mais uma oportunidade para se destacarem, ainda mais, na liderança das competições em que estão mais directamente envolvidos. “Essencialmente nós queremos ganhar entre os duas rodas motrizes de modo a segurarmos o campeonato o mais cedo possível”, revela de forma pragmática o piloto do C2 R2 Max. Mas as ambições do jovem piloto não se ficam por aqui. “Tentaremos também lutar com alguns 4x4 de modo a conseguirmos bons pontos para o campeonato absoluto, além de querermos dignificar os nomes da Acb Racing e da HM Sport”, explica Henrique Moniz.
O Director Técnico da ACB Racing também se mostra confiante na semana que antecede o Rali Ilha Azul. “As provas que já fizemos este ano, duas delas internacionais, serviram para provar que o nosso serviço está ao nível do que de melhor se faz a nível nacional e mesmo lá fora no que diz respeito à logística e à assistência a carros de ralis. É um orgulho notar o nível de profissionalismo que a nossa equipa consegue imprimir em cada rali em que estamos presentes e as excelentes condições que temos para oferecer aos nossos pilotos. Fico ainda feliz por ver que os pilotos quando entram na assistência podem estar descansados porque tudo está pronto para os receber, para que eles possam retemperar forças e para que os carros tenham o serviço adequado, seja por parte da nossa equipa ou dos mecânicos que acompanham cada piloto”, afirma António Castelo Branco.
Para o Ilha Azul, os objectivos desportivos da ACB Racing são os mesmos dos pilotos: “Da nossa parte tudo fazemos para que tenham sucesso nas suas participações. A responsabilidade é um pouco acrescida nos casos dos carros que preparamos mas para nós todos são pilotos que defendemos por igual”, afirma António Castelo Branco.

press release ACB Racing

Leia Mais

terça-feira, maio 29

WTCC - Algarve: Monteiro com tarefa quase impossível

O Campeonato do Mundo de Carros de Turismo está de regresso ao Algarve já no próximo fim-de-semana de 2 e 3 de Junho. Em 2010 Tiago Monteiro foi a grande estrela depois de uma brilhante vitória na frente do seu público. Este ano, o piloto português continua focado em dar o seu melhor, mas sobretudo num bom espectáculo.

As últimas corridas têm sido bastante positivas para Tiago que tem conseguido intrometer-se entre o grupo da frente e registado bons resultados.

Numa pista que aprecia e onde vai poder contar com o incondicional apoio dos familiares, amigos e fãs, o piloto português tem assim uma motivação extra: "Correr em Portugal tem sempre um carisma diferente pese embora a minha postura em pista seja sempre a mesma. Claro que gostava de vencer novamente, mas tenho de ser realista, é uma tarefa quase impossível. Mas, de certeza que vou estar na luta e que não vou dar tréguas. Estou centrado em fazer o melhor possível", começou por explicar.

O traçado de Portimão é conhecido pelo seu nível de exigência mas Tiago não vê isso como um problema nem mesmo as altas temperaturas que se esperam nos dois dias de evento: "O Circuito é muito rápido mas aquilo que mais o caracteriza são mesmo as curvas cegas. Por mais voltas que se faça à pista nunca nos habituamos a essas curvas. É uma pista desafiadora que leva os pilotos ao limite. São esperadas temperaturas elevadas mas acho que tanto eu como os outros pilotos já estamos habituados a correr em Portugal nessas condições", concluiu.

Esta é muitas outras iniciativas vão preencher todo o fim-de-semana, mas quem não se poder deslocar ao Autódromo do Algarve poderá assistir a toda a competição através do Eurosport mas sobretudo através da RTP, que vai transmitir em directo ambas as corridas.

publicado em Sportmotores

Leia Mais

segunda-feira, maio 28

Contagem decrescente para o WTCC em Portimão

Estamos a apenas uma semana para o início da ronda de Portimão do Campeonato do Mundo de Carros de Turismo (WTCC). Ultimam-se os preparativos para um evento que se espera memorável.

Tiago Monteiro é a cabeça de cartaz durante o fim-de-semana. O piloto português, que em 2010 venceu a primeira corrida do WTCC no AIA quando o Campeonato visitou pela primeira vez o traçado, vai contar com o apoio do público para voltar a repetir o feito. Em pista para além das máquinas do WTCC vão estar também: A Taça de Portugal de Circuitos, o Campeonato de Portugal de Clássicos e Clássicos 1300, o Auto GP e o Troféu Maserati. Um fim-de-semana a não perder, sobretudo se tiver em conta que na compra de bilhetes para o WTCC ganha automaticamente bilhetes gratuitos para o FIA GT1 Championship Campeonato do Mundo de Superbikes.

O WTCC:
O Campeonato do Mundo de Carros de Turismo é uma referência a nível mundial, não só pela qualidade dos pilotos inscritos mas pelas constantes lutas e espectáculo que dá para o público. A época 2012, e à semelhança do que aconteceu o ano passado, viu o trio da Chevrolet, Yvan Muller, Rob Huff e Alain Menu serem os principais protagonistas do Campeonato, com uma máquina extremamente bem preparada e evoluída para as pistas onde o WTCC passa. Mas, não se pense que têm tarefa facilitada pois a experiência de outros pilotos não lhes têm dado tréguas como é o caso de Tom Coronel e Norbert Michelisz em BMW ou Gabriele Tarquini e o seu SEAT. Há medida que as corridas vão passando a hegemonia Chevrolet vai sendo menos notória. No entanto, na frente do Campeonato está o actual Campeão Yvan Muller que venceu 5 das 12 corridas até agora disputadas e subiu por oito vezes ao pódio. Lidera destacado as contas do Campeonato, seguido de perto pelos seus companheiros de equipa Rob Huff e Alain Menu na segunda e terceira posições. Huff e Menu já subiram ao lugar mais alto do pódio duas vezes cada um enquanto Gabriele Tarquini, Norbert Micheliz e Stefano D'Aste uma vez. Em Portimão ninguém vai querer perder pontos e todos se vão querer destacar nas contas do Campeonato pelo que será interessante perceber quem levará a melhor.

Tiago Monteiro tem sido em épocas anteriores presença assídua nos pódios, no entanto esta temporada o piloto português ainda não teve esse prazer. Infelizmente Tiago fez a primeira metade da época com o motor de 2011 no seu SEAT Leon ao contrário dos seus adversários que apresentam propulsores de 2012. Isso, no início não permitiu que conseguisse fazer frente aos seus adversários. No entanto, em conjunto com a sua equipa a Sun Red, tem trabalhado afincadamente na evolução do motor e nas últimas três rondas intrometeu-se nas lutas dos da frente e protagonizou excelentes corridas. Em Portimão espera-se que a SEAT esteja em condições de proporcionar ao piloto português o novo motor, para que Tiago tenha a hipótese de repetir este ano, o feito conseguido em 2010 em Portimão, de subir ao lugar mais alto do pódio. Independentemente do que venha a acontecer, Tiago Monteiro é o único representante português no Campeonato e certamente que tudo fará para brilhar na frente do seu público.

Taça de Portugal de Circuitos:
Disputa-se este fim-de-semana a Taça de Portugal de Circuitos. Uma jornada única que vai definir a dupla vencedora de 2012. Em pista vão estar alguns dos melhores pilotos nacionais da velocidade: José Pedro Fontes/Miguel Barbosa num Mercedes SLS, César Campaniço/Carlos Vieira no Audi R8 LMS, Patrick Cunha/José Ramos no Lamborghini Gallardo entre outros. Depois das primeiras corridas do Nacional do Velocidade onde as lutas têm sido uma constante pelos lugares do pódio será interessante perceber quem levará para casa a Taça. Cada vez mais o Nacional de Velocidade se tem destacado no panorama nacional mas também Ibérico, estando agora referenciado como um dos melhores da actualidade. Para além das vastas grelhas de partida, as máquinas em pista são cada vez melhores: Mercedes, Audi, Lamborghini, Ferrari, Lotus, etc. Nesta prova é difícil fazer previsões de quem serão os vencedores. César Campaniço/Carlos Vieira lideram o Campeonato Nacional, mas Patrick Cunha/José Ramos têm mostrado em pista muito garra e vontade de vencer e não vão dar certamente grande margem. Miguel Barbosa/José Pedro Fontes são os actuais Campeões e pese embora o início de época não os tenha colocado no topo da tabela, o certo é que são sempre fortes candidatos à vitória. Depois há que referir as outras classes que não à geral: os GT4 que têm tido um papel importante no Campeonato, pois para além de estarem em pista em elevado número dar sempre um bom espectáculo e o mesmo acontece com a GT Cup. São vários os pontos de interesse num evento que vai ser definido após a realização de duas corridas.

Campeonato Nacional de Clássicos e Clássicos 1300:
O Campeonato Nacional de Clássicos tem habitualmente grelhas extensas e em pista estão algumas das relíquias do automobilismo nacional. Mas nem só de carros se fazem as corridas. A dupla de humoristas João Paulo Rodrigues e Pedro Alves que protagonizaram a Tele Rural na RTP estão em competição e querem dar luta aos seus adversários.

Auto GP:
Num fim-de-semana dedicado maioritariamente aos carros de Grande Turismo, o AutoGP coloca em pista monolugares em tudo semelhantes aos F1. Um Campeonato que visa promover os jovens pilotos de tudo mundo. O Auto GP regressa ao Autódromo Internacional do Algarve depois de se ter estreado em Portugal em 2009. Na altura, foi o actual piloto de F1, Pastor Maldonado o grande vencedor. Portimão marcará a quinto ronda do Campeonato que passa pela Europa, África, América do Sul e América do Norte. O Auto GP é o único Campeonato, à parte da F1, que tem provas nos quatro continentes, num total de 14 corridas. A corrida no Algarve é uma das mais esperadas da época: pilotos e equipas estão ansiosos por competir num dos mais modernos circuitos da Europa. Será por isso um evento muito interessante por diversas razões: desta competição têm saído grandes talentos que dão agora cartas nos mais variados campeonatos por todo o mundo: Romain Grosjean, piloto de F1 da Lotus Renault, Luca Filippi piloto da Indy Car, Kevin Ceccon piloto de testes da Toro Rosso na F1 entre muitos outros. 17 carros em pista para duas corridas que se anteveem de adrenalina pura. O líder do Campeonato é Adrian Quaife-Hobbs. Infelizmente não existe nenhum representante português, no entanto há que destacar o brasileiro Victor Guerin, que em simultâneo com a Auto GP tem vestido as cores da equipa portuguesa da Ocean Racing Technology na GP2 Series. Os fãs do Auto GP estão ansiosos por saber quem será a próxima estrela a despelotar para a ribalta do automobilismo mundial.

Troféu Maserati:
O Autódromo Internacional do Algarve acolhe a segunda ronda de 2012 do Troféu Masearti. Este troféu é dedicado a 'gentleman drivers' de todo o mundo e este ano tornou-se ainda mais apelativo devido às novas regulamentações técnicas introduzidas. Na primeira ronda Riccardo Romagnoli e Giorgio Sernagiotto conseguiram duas vitórias a que juntaram às 'pole position's. O Campeonato é composto por 23 equipas de 10 países diferentes: Itália, Espanha, Mónaco, Dinamarca. Alemanha, Bélgica, Hungria, Suíça, Austrália e Marrocos. Todos os carros inscritos no Troféu são preparados um grupo de técnicos dedicados que garantem os mesmos níveis de performance para todos.

Michel Vaillant da banda desenhada para a pista do AIA:
Michel Vaillant o protagonista de uma série de livros de banda desenhada que foi criada por Jean Graton em 1957 está de regresso. Mas desta vez não apenas aos livros mas às pistas. Em Portimão, o piloto da Chevrolet, Alain Menu vão desempenhar o papel de Michel Vaillant que nos últimos anos tem sido piloto de F1 mas que agora enfrenta a dureza das provas do WTCC. O criador deste mítico piloto, Graton, vai estar no AIA a acompanhar o desempenho do seu herói em pista.

Programa do fim-de-semana:
Para além das actividades em pista (conforme programa em anexo), estão previstas uma série de outras iniciativas. Na quinta-feira (31 de Maio pelas 16.30h), alguns dos pilotos do WTCC - Monteiro, Muller, O’Young, Boardman, D’Aste, Nash e Coronel vão até ao Zoomarine nadar com os golfinhos.

No Sábado (1 de Junho pelas 16h) alguns dos pilotos do WTCC vão até ao Kartódromo Internacional do Algarve para uma corrida de karts.

No Domingo (2 de Junho) estão programadas Sessões de Autógrafos no paddock.

 Bilhetes em Promoção:
Com o mote "Venha apoiar Tiago Monteiro", o Autódromo Internacional do Algarve tem em curso uma série de promoções na aquisição de bilhetes para que ninguém fique em casa e perca esta oportunidade única. Viver de perto as emoções do WTCC é obrigatório. Assim, na compra de qualquer bilhete para o WTCC ganha de forma imediata um bilhete igual para a corrida do FIA GT1 Championship em Julho e para a corrida do Campeonato do Mundo de Superbike em Setembro. Mas não só. Quem apresentar na loja do AIA a revista Auto Hoje de 31 de Maio, o bilhete para o WTCC custa apenas 5€ e leva para casa na mesma o bilhete para o FIA GT1 e Superbike.

Na TV:
Quem mesmo assim não poder deslocar-se ao AIA poderá acompanhar as emoções em pista no Eurosport e na RTP1. Ambos os canais vão transmitir todo o fim-de-semana de provas.

publicado em Autodromodo Algarve

Leia Mais

FLASH 12

Flash 12 - 28/05/2012
Pedro Peres / Tiago Ferreira - Mitsubishi Lancer EVO IX (N4)
Vencedor do Rali Serras de Fafe, CPR. Primeira vitória do piloto no campeonato de Portugal.


Foto Aifa.pt, publicada em PressXLNews

Leia Mais

sábado, maio 26

Pedro Peres vence Serras de Fafe

Numa prova com poucos inscritos, o Rali Serras de Fafe acabou por ser uma prova interessante em termos de espetáculo, embora desportivamente pouco exista para contar.

Pedro Peres dominou de "fio a pavio" ganhando todos os troços e nem sequer precisou de se aplicar muito, visto que Pedro Meireles teve uma saída de estrada logo no primeiro troço. É a primeira vitória de Pedro Peres no Nacional (que assim cumpre um sonho) que é dedicada ao seu tio Fernando Peres.

Miguel Barbosa fez o que lhe competia. Não entrou em nenhuma "guerra" e sempre muito concentrado e sem cometer erros, terminou num excelente segundo lugar, que o coloca mais próximo de Moura na luta pelo título.

Ivo Nogueira, na prova em que teve Nuno R. Da Silva a seu lado, venceu no CPR2 e ficou num excelente 3º lugar. Mesmo assim, o motor do seu DS3 não teve a saúde desejada, mas o resultado acaba por ser excelente nas contas do CPR2.

Também com um excelente resultado, quarto da geral e segundo no CPR2, Paulo Neto, não cometeu erros e impôs a mais valia do seu DS3 para alcançar este feito.

No regresso de Pedro Leal ao convívio do Nacional, registe-se uma grande prova do piloto do Porto, que fez voar o desatualizado 206 Gti, provando que quem sabe não esquece.

Armando oliveira teve um primeiro troço para esquecer, quando o vidro ficou embaciado, que o faz perder muito tempo, problema que também afetou Ricardo Marques (para além de ter ficado sem intercomunicadores na 1ª secção e ter rodado com pneus duros na lama).

Pelo meio ficou João Fernando Ramos e o último foi Pedro Matias que voltou a terminar no cPR2 e assume a liderança da competição, depois do despiste de Renato Pita, que cedo ficou fora de prova.

Na Taça de Portugal, Vitor Pascoal fez a prova que se imponha e venceu sem qualquer oposição. Andou bem e até comparou tempos com Pedro Peres, sendo o líder destacado desta competição.

Luís Mota venceu no Regional Nordeste ficou em segundo na Taça de Portugal, apesar de alguns problemas de motor e de caixa no Mitsusbhi.

Armindo Neves desistiu no penúltimo troço com problemas de motor, quando era 2ª classificado na Taça, o mesmo sucedendo a Carlos Fernandes também a ver o motor do C2 ceder.

Dessa forma Hélder Miranda em Seat Ibiza foi o melhor duas rodas motrizes na Taça de Portugal, com uma boa exibição, seguindo-se Miguel Teixeira, também com uma boa exbição ao volante de um BMW.

Nos Marbella a vitória foi para Jorge Ribeiro, seguido por Hugo Queirós e Herculano Antas.

publicado em RalisOnline

Leia Mais

sexta-feira, maio 25

Michel Vaillant estreia-se em Portimão

O Campeonato do Mundo de Carros de Turismo (WTCC) vai ser o cenário da próxima aventura do célebre Michel Vaillant. E tudo vai acontecer em Portimão, quando o campeonato visitar o autódromo algarvio para a ronda portuguesa.

O papel do piloto fictício, criado na década de 1950 por Jean Graton, será desempenhado por Alain Menu, que irá pilotar um Chevrolet Cruze ‘disfarçado’ com as cores e formato do Vaillante. Acerca desta possibilidade, Menu afirmou ao site oficial do WTCC que “estou muito contente e entusiasmado, porque o Michel Vaillant fez parte da minha juventude. Quanto era adolescente costumava ler todos os livros de banda desenhada, sonhando que seria piloto de F1. Ser o Michel Vaillant é algo que nunca esperei”.

Mas para tornar toda esta aventura ainda mais real, o diretor desportivo da Chevrolet, Eric Nève, vai ser Jean-Pierre Vaillant, o irmão mais velho de Michel e o diretor da Vaillante, enquanto uma parte da equipa da Chevrolet transformará em realidade aquela formação.

Em Portugal estará presente o filho de Jean Graton, Philippe, líder do Studio Graton, para quem este capítulo do WTCC representa um novo início na carreira da equipa Vaillante, cujo lançamento do livro está previsto para novembro.

Quis que o Michel Vaillant tivesse num novo princípio. Se ele se mantivesse no topo da Fórmula 1 e a Vaillante continuasse a ser a melhor equipa, onde é que está a aventura? Existem momentos em que o herói tem de ser novamente desafiado, ser atirado de novo para a arena, para se reencontrar e provar o seu valor novamente. O WTCC é o local perfeito para isso, já que os seus pilotos estão entre os melhores mas não são vitimas do estrelato”, afirmou Philippe Graton.

publicado em Autosport

Leia Mais

SFR MotorSport com Pedro Leal no CPR

A SFR Motorsport irá fazer a sua estreia no Campeonato de Portugal de Ralis em 2012 com a participação de Pedro Leal no Rallye Serras de Fafe.

A equipa actual Campeã do Open de Ralis 2011 irá nesta prova alinhar com um dos seus Peugeot 206 Gti do Desafio Modelstand, mas com algumas melhorias, passando depois nas próximas provas, que já serão em pisos de asfalto para um duas rodas motrizes bem mais competitivo.
Para o piloto do Porto esta prova marca o seu regresso ao desporto automóvel, pontuando para o Campeonato de Portugal de Ralis e Campeonato de Portugal Ralis 2L/2 RM. Como salienta o mesmo “será uma grande satisfação para mim estar de volta e poder de novo fazer um rali de terra. Sem grandes expectativas vamos com a mente aberta e preparados para nos adaptarmos o mais rápido possível e se possível já partir da segunda PEC estar em condições de "atacar"! Se nunca conduzi o carro, a falta de adaptação apesar de ser uma realidade, nunca foi muito uma razão para que não andássemos rápido e por isso espero poder ficar contente com o meu andamento.”
Para a SFR Motorsport este é mais um importante passo. A equipa cresceu muito estes últimos três anos e além dos ralis está agora também em força na Velocidade. Com o projecto do CPR a equipa alarga ainda mais a sua presença nos diversos Campeonatos, contando com uma dupla de renome nos ralis, Pedro Leal e Redwan Cassamo.

press Nuno Pimenta

Leia Mais

Carlos Fernandes: “Objetivos centrados nas duas rodas motrizes”

Depois do muito bom desempenho no Rallye Targa Vieira do Minho, Carlos Fernandes e Daniel Amaral prosseguem a sua evolução com o novo Citroen C2 R2 Max para o Rallye Serras de Fafe, prova pontuável para a Taça de Portugal de Ralis.


Na prova a cargo da Demoporto, a equipa terá o seu primeiro rali com o C2 R2 Max em pisos de terra, pelo que os troços iniciais serão fundamentais para uma boa adaptação ao mesmo.
Como nos salienta o piloto de Sintra “em Fafe será o nosso primeiro rali em terra com o C2. Além de ser um piso onde ainda tenho poucos ralis, vai ser toda uma nova adaptação ao carro. Já fizemos um teste, mas se no asfalto achei o carro muito fácil de conduzir, na terra a primeira impressão não foi ainda a melhor. Só mesmo com mais quilómetros vamos ter uma melhor noção do carro neste tipo de pisos e saber aproveita-lo melhor. Este campeonato tem apenas uma prova em pisos de terra pelo que acima de tudo nesta prova o essencial será pontuar. Temos sempre grandes desvantagens para os 4x4, pelo que a nossa luta tem que se centrar entre os carros de apenas duas rodas motrizes. Logicamente vamos tentar fazer um bom resultado à geral, mas a principal finalidade é um resultado entre os três primeiros nos 2 RM”.
Carlos Fernandes irá alinhar pela primeira vez nos míticos troços de Fafe, contando com o bom conhecimento do seu navegador, Daniel Amaral, que já disputou por diversas vezes este rali.
A prova terá um total de 229,83 km, dos quais 98,10 em contra relógio. O programa desportivo conta com uma dupla passagem pelos troços de Ruivães, Montin, Lameirinha e Luilhas, todos eles disputados apenas no sábado.

press Nuno Pimenta

Leia Mais

quinta-feira, maio 24

Circuito do Algarve1- Organização prolonga prazo de inscrição

Falta uma semana para o arranque da jornada do Circuito do Algarve1 ,onde se engloba a Taça de Portugal de Circuitos, organizado pelo AIA Motor Clube. As inscrições para o evento terminam na segunda feira, dia 28 de Maio.

Faltam poucos dias para a ronda do Circuito do Algarve 1, que se disputará nos próximos dias 1, 2 e 3 de Junho, no Autódromo Internacional do Algarve, e tudo se conjuga para que seja um fim de semana memorável. 

Com várias competições em pista, com a promessa de muita adrenalina e emoção, será pontuável para: Taça de Portugal de Circuitos (TPC), Iberian SuperCars Trophy (IBSCT) Campeonato de Portugal de Clássicos 1300 – CPCC 1300, Taça de Portugal de Clássicos 1300 – TPCC 1300, Campeonato de Portugal de Clássicos – CPCC, Taça Nacional de Clássicos – TNCC e Taça de Portugal de Clássicos) – TPCC. A organização a cargo do AIA Motor Clube, decidiu prolongar as inscrições até 2ª feira, 28 de Maio.
Para obter a ficha de inscrição, ou consultar o regulamento pode consultar o site www.aiamotorclube.net, ou através do contato telefónico com o n.º 282405605

A juntar a isto tudo, o WTCC, que desta feita se disputa na zona sul do pais, e conta com os melhores pilotos do mundo de turismo.

Leia Mais

Corsa OPC estreia-se na terra

Depois de três provas em pisos de asfalto, o Opel Corsa OPC da MR Team terá o seu primeiro desafio em pisos de terra, com a participação de Daniel Ribeiro e Jorge Carvalho no Rallye Serras de Fafe, a segunda prova pontuável para a Taça de Portugal de Ralis.

Se no asfalto a equipa conseguiu já evoluir e tornar o Opel Corsa OPC bastante competitivo, neste primeiro contato com os pisos de terra, tudo será novidade novamente. Houve todo um trabalho de alteração do carro, bem como todo a necessidade de encontrar novos acertos no carro, para que a equipa possa a voltar a rodar dentro dos três primeiros.
Como nos salienta o piloto “só no final da semana iremos ter a primeira impressão do carro neste tipo de piso. Vamos fazer um pequeno teste, para sobretudo tentar encontrar um bom setup para ter o Corsa minimamente competitivo, como já o conseguimos fazer no asfalto. Sabemos que o carro tem uma boa base, mas só depois de fazer quilómetros com o mesmo poderemos fazer um ponto da situação”.
Em termos de resultados, o piloto que nesta prova está a correr em casa, espera mais um vez conseguir andar nos três primeiros da Taça de Portugal de Ralis. “Acima de tudo vai ser essencial fazer quilómetros com o carro. Vamos estar limitados ao pequeno teste que iremos ter antes da prova, mas penso que se conseguirmos um bom setup para o carro, iremos reunir as condições para andar dentro dos três primeiros. Gosto bastante destes troços e o facto de correr em casa dá-nos ainda mais motivação para atingir um bom resultado”.
O Rallye Serras de Fafe tem um total de oito troços cronometrados, tendo as equipas que percorrer uma dupla passagem pelos troços de Ruivães, Montin, Lameirinha e Luilhas. A prova será disputada apenas no Sábado, onde as oito especiais perfazem um total de 230 quilómetros, dos quais 98 em contra relógio.

press Nuno Pimenta

Leia Mais

Competisport no Serras de Fafe

Aproveitando a pequena pausa no Campeonato Open de Ralis, a Competisport irá estar presente este próximo fim-de-semana no Rallye Serras de Fafe, prova em pisos de terra, pontuável para o Campeonato de Portugal de Ralis, 2 Litros/2 Rodas Motrizes, Campeonato Regional Ralis Nordeste e ainda para a Taça de Portugal de Ralis.

O piloto do Cartaxo irá alinhar com o ganhador Mitsubishi EVO IV, carro que irá utilizar na fase de terra do Campeonato Open de Ralis, sendo a prova a cargo da Demoporto, como um bom teste para o piloto ir já preparando o Open. Luís Mota irá inserido na Taça de Portugal, sendo que desta feita terá a seu lado Marco Macedo, pois por motivos profissionais não será possível a Alexandre Ramos disputar o rali.
O principal objetivo é andar o melhor possível e tentar garantir um bom resultado, mas como já vem sendo habitual e sendo esta prova em pisos de terra o piloto será um sério candidato à vitoria na Taça de Portugal de Ralis.
Em Fafe a Competisport terá a correr também o piloto José Mendes, nome mais conhecido no Todo Terreno, mas que desta feita irá ter o primeiro contacto com o mundo dos ralis. O piloto irá utilizar o Opel Kadett Gsi que muitos bons resultados já deu a Luís Mota, sendo o banco do lado direito ocupado pelo navegador Pedro Lopes.
O Rallye Serras de Fafe será disputado num único dia, sábado, com as equipas a percorrer oito especiais de classificação, numa dupla passagem pelos troços de Ruivães, Montin, Lameirinha e Luílhas. No total percorrem 229 quilómetros, mas apenas 98 em troços cronometrados.

press Nuno Pimenta

Leia Mais

Pedro Silva centra objetivos nas duas rodas motrizes

Será já no próximo fim-de-semana que a cidade de Fafe será palco de mais uma ronda dos Campeonatos de Portugal de Ralis, 2 Litros/2 Rodas Motrizes, Regional de Ralis Nordeste e ainda para a Taça de Portugal de Ralis.

A prova a cargo da Demoporto contará com a presença do piloto de Guimarães Pedro Silva, ele que é o líder da competição desde a segunda ronda pontuável para o mesmo.
Este é um dos ralis de eleição para o piloto do Citroën Saxo, pelo que a motivação para a prova em pisos de terra é ainda maior. Por outro lado, este é um tipo de piso onde o piloto não se sente muito à vontade, pelo que o grande objetivo é mesmo se divertir ao máximo, num rali que lhe é muito especial.
Como nos salienta o piloto “Este é um rali que eu adoro, pois desde muito novo que me habituei a ver corridas nos troços de terra de Fafe, que para mim são uma espécie de "solo sagrado". Porém, e apesar ter a certeza que vai ser fantástico percorrer as quatro especiais, sei que vai ser um rali muito difícil, pois não me sinto muito à vontade nos pisos de terra, ao contrário da maior parte dos nossos adversários, além de alguns deles disporem de carros de 4 rodas motrizes, pelo que será muito difícil acompanhar o seu andamento. Assim, o objectivo passa por nos divertirmos ao máximo durante a prova e tentar perder o mínimo de pontos possível, de modo a defendermos a liderança no campeonato”.
Em Fafe, Pedro Silva contará com um novo navegador, pois como nos salienta o mesmo ”o meu habitual navegador, Rui Ribeiro, por motivos profissionais, não poderá alinhar no rali. Assim, serei acompanhado pelo Valter Cardoso, que aceitou o meu convite e irá correr comigo em Fafe. Já efectuamos os reconhecimentos juntos no passado sábado e o entendimento foi perfeito, pelo que estamos bastante confiantes para o rali, em que tentaremos rodar nos primeiros lugares entre os duas rodas motrizes”.
Além do Regional Nordeste, Pedro Silva e Valter Cardoso irão pontuar para a Taça de Portugal de Ralis, de forma a rodar mais alguns quilómetros nos pisos de terra, visto que o regional disputa apenas as quatro primeiras especiais.
A prova realiza-se apenas no Sábado, havendo uma dupla passagens pelos míticos troços de Ruivães, Montin, Lameirinha, e Luilhas, totalizando cerca de 230 quilómetros, dois quais 98 em troços cronometrados

press Nuno Pimenta

Leia Mais

FLASH 11

Flash 11 - 24/05/2012
Armindo Araújo / Miguel Ramalho - Mini JCW WRC - WRC Portugal Team
Shakedown Rally da Acrópole 2012


Foto Honza Fronek, publicada em Rally-Mania.cz

Leia Mais

quarta-feira, maio 23

Serras de Fafe - Listas de Inscritos

Fique a conhecer a lista de inscritos do Rali Serras de Fafe, pontuável para o CPR e Taça de Portugal. Se por um lado destaca a ausência do campeão Ricardo Moura, por outro saúda-se o regresso de Pedro Leal no pelotão do CPR2.

LISTA DE INSCRITOS CPR

LISTA DE INSCRITOS TAÇA E REGIONAL NORDESTE

publicado em Sportmotores

Leia Mais

terça-feira, maio 22

Grécia: Armindo com preparação atribulada

Armindo Araújo não está a ter um início de preparação fácil para o Rali da Acrópole que se disputa no próximo fim de semana.

Primeiro ficou a saber que a Motorsport Itália não terá a evolução 01B montada no Mini para a prova grega. A explicação da equipa é de que não havia tempo para montar tudo a tempo e testar em condições para a prova grega. Mas segundo Bruno di Pianto afirmou ao autosport.pt, existe outra razão que terá sido o conselho de Kris Meeke, com o britânico a desaconselhar a estreia da nova evolução nos pisos duros da Grécia, por ainda não estar devidamente testada.

Tendo em conta que os resultados da equipa no WRC têm sido maus, a Acrópole seria uma excelente oportunidade para centrar a participação em testes das novas evoluções. Desta forma Armindo Araújo poderia ter a sorte de ter entre mãos um Mini bem mais competitivo do que aquele que tem utilizado, o qual tem revelado níveis dramaticamente baixos de performance.

Mas para além dessa notícia menos boa de ter de correr com a evolução anterior, Armindo Araújo capotou nos testes de preparação da prova, tendo os danos no Mini impedido que o mesmo seja recuperado a tempo de alinhar no rali. Desta forma, a solução de recurso é recorrer ao antigo chassis que Armindo utilizou até ao Rali de Portugal, ou recorrer a uma unidade da Prodrive que esteja operacional e chegue em tempo útil à Grécia.

Armindo Araújo e Miguel Ramalho saíram ilesos do acidente, mas a equipa WRC Team Mini Portugal entrou esta 2ª feira em modo de cruzeiro para arranjar uma alternativa.

publicado em Sportmotores

Leia Mais

segunda-feira, maio 21

FLASH 10

Flash 10 - 21/05/2012
Colin McRae / Nicky Grist - Ford Focus WRC
Vencedor do Rally da Catalunha 2000 - WRC


Foto Petr Fitz, publicada em EWRC

Leia Mais

sábado, maio 19

Julio Maia com resultado satisfatório

No passado sábado realizou-se na região de Arouca a 2ªediaçao do Rali Targa / Serra da Freita.Nas 2 classificativas de dupla passagem, a equipa poveira A.MaiaSport, que esteve presente apenas com a dupla Júlio Maia / Alexandre Rodrigues a bordo do Peugeot 206 S1600, consegui alcançar o 9º posta da geral, 6 da Divisão I e 5ºs da classe 1.

A participação do piloto apoiado pelo Crédito Agrícola e Liqui Moly tentou nunca perder o “comboio” dos mais rápidos “ mas tal não foi tarefa fácil pois na 1ª secção o carro não teve o rendimento desejado, já que perdia muita força em todas as zonas que subiam. Foi muito complicado atingir o nível que queríamos e mesmo com algumas melhorias para a última secção nunca estivemos competitivos como era o nosso objetivo. No final acabamos por sair um pouco beneficiados com a anulação da última Pec para alguns concorrentes e também a desistência de um dos concorrentes da frente. Não era assim que queríamos que as coisas tivessem corrido mas no final saímos satisfeitos com o resultado.
Quero realçar o apoio da ATOMIC DRINKS, mais um parceiro no nosso projecto para 2012, que nos ajudou a superar muito bem o imenso calor sentido na prova
” finalizou o piloto Júlio Maia.

A próxima prova será o 1º Rali Cidade de Viana, organizado pelo CAST, de forma a preparar o melhor possível a ultima prova de asfalto do COR, o Rali de Monção, onde a equipa estará presente na prova extra com as duas habituais duplas.

A equipa agradece o apoio de todas a empresas de que continuam a acreditar no nosso projecto onde destacamos a: LIQUI MOLY, CRÉDITO AGRICOLA, WACKER NEUSON, A.MAIA LDA, BAR MOINHOS AO VENTO, AUTO COSTA, NORTESHOPPING E POVOACAR entre outros.

press A.Maia Sport

Leia Mais

sexta-feira, maio 18

Gago com mais uma boa prova na Freita

Diogo Gago e Jorge Carvalho voltaram a ser muito rápidos com o Peugeot 206 Gti, levando o carro francês ao sexto posto no Rallye Targa/Serra da Freita, onde voltaram a somar pódios na Categoria 1 e Campeonato Júnior de Ralis.

Após as três vitórias consecutivas no Desafio Modelstand, a prova do Targa não era pontuável para essa competição, mas nem por aí o andamento da dupla baixou. Com uma prova em crescendo, a dupla andou sempre muito rápido, vindo a terminar no sexto posto absoluto e melhor entre os duas rodas motrizes não Kit-Car, num resultado que permite à dupla apoiada pela Eni e Chaveca e Janeira.

"Acabou por ser uma prova bem conseguida. O tipo de traçado não era muito favorável ao nosso carro - era muito rápido e subia-se muito - mas adoptamos um ritmo que é também o que gostamos de andar, sem cometer excessos e acabámos por conseguir fazer uma prova limpa. Sabíamos que não conseguíamos andar ao mesmo ritmo dos outros carros, mas mesmo assim tornavam-se pontos de referência para saber em que nível nos encontrávamos. A evolução continua e com os resultados alcançados até à data só podemos estar satisfeitos e com motivação extra para continuar", começou por reconhecer o jovem algarvio sobre o Rallye Targa/Serra da Freita.

Numa temporada em que o binómio Diogo Gago/Jorge Carvalho tem vindo a obter resultados fantásticos, há outro factor que tem ajudado a fazer a diferença face à concorrência.
Segundo Diogo Gago, "uma peça fundamental para os resultados alcançados é a minha equipa técnica (Monteiros Racing Team) que tem colocado um carro muito bem tratado, trabalhado, competitivo e fiável. É de realçar o empenho profissional demonstrado em todas as provas que realizei com a equipa e que me deixa bastante confiante no carro que disponho. Temos vindo a desenvolver um excelente trabalho e certamente é para continuar porque assim consigo assegurar um bom desempenho na minha evolução".

Após a realização do Rallye Targa/Serra da Freita, Diogo Gago e Jorge Carvalho mantém o terceiro posto no Campeonato Open de Ralis, liderando ainda a Categoria 1 e o Campeonato Júnior de Ralis, assim como o Desafio Modelstand que regressa nos dias 22 e 23 de Junho em Monção.

press SportsMultimédia

Leia Mais

CDM/PV: Autocross e “Open House” na Praia

Prossegue este sábado (dia 19), no Centro de Desportos Motorizados da Praia da Vitória (CDM/PV), a Taça Ilha Terceira de Autocross, com a competição principal e a Junior Cup a animarem o traçado da “Olavo Esteves Competições”.

Os treinos terão início pelas 14 horas, com as corridas de prova a começarem às 15 horas (1ª manga) e às 16 horas (2ª manga).
Rodrigo Vieira tem sido o piloto a bater na pista praiense, aguardando-se que novamente seja um dos mais rápidos em pista, numa jornada onde se esperam mais concorrentes que o habitual.

No domingo, será a vez de se utilizar a pista secundária do recinto, desta feita com os pilotos de Motocross e Quadcross a terem mais um dia de “Open House”, com início pelas 14 horas.

Segundo Olavo Esteves, esta será “mais uma oportunidade para os pilotos rodarem em pista, já em plena preparação para o 1º Grande Prémio Ilha Branca, a terceira prova do Troféu OEC/Angramotos, a ter lugar daqui a um mês (15,16 e 17 junho) na ilha Graciosa. Os pilotos têm pedido para andar mais vezes, nós temos a pista para isso mesmo”, explicou o responsável pelo CDM/PV.

O “Open House” terá inscrições abertas às 13h30, durando o tempo de evolução em pista das 14 às 19 horas.

Porto das Pipas press

Leia Mais

quinta-feira, maio 17

VII Rally TT Clube27 - 2ª prova pontuável

Disputa-se no fim-de-semana de 25 e 26 de Maio a segunda prova pontuável no VII Rally TT Clube 27, desta feita em Mina do Bugalho, Alandroal. Como é normal neste troféu, a prova começa com um prólogo no dia 25, segundo-se a 2ª etapa com cinco setores seletivos no dia 26.

2a Prova Pontual - Mina do Bugalho

(25 e 26 de Março)

PROGRAMA

10 de Maio de 2012 - Abertura das inscrições.
21 De Maio de 2012 - 24h00 Fecho das inscrições.
24 de Maio de 2012 - 24h00 Fecho das inscrições com taxa agravada de 50€
- 24h00 Publicação da lista de inscritos na sede do clube

25 de Maio de 2012
1ª ETAPA
18H30-Abertura do secretariado no Parque da Piedade, (Parque de Campismo)
18h45 – Início das verificações documentais.
19h00 – Início das verificações técnicas.
20h00 – Hora limite de verificação de documentos.
21h00 – Hora limite de verificações técnicas.
21h05 – Briefing.
21h30 – Saída do 1º participante para o prólogo.
- Publicação da classificação do prólogo.

26 De Maio 2012
2 ª ETAPA
08h00 – Saida de Parque Fechado em caravana ate á localidade de Mina do Bugalho
09h00 - Saída do 1º participante para o 1º Sector Selectivo.
Reagrupamento
10h30 – Saída do 1º participante para o 2º Sector Selectivo
Reagrupamento
12h00 – Saída do 1º participante para o 3º Sector Selectivo
Reagrupamento
14h30 – Saída do 1º participante para o 4º Sector Selectivo
Reagrupamento
16h00 – Saída do 1º participante para o 5º Sector Selectivo
17H00 – Publicação de resultados provisórios (classificação geral).
20h30 - Afixação das classificações oficiais da 2ª contagem do VII troféu T.T. Clube 27 no Restaurante o carrascal em Elvas
21h00 – Jantar de confraternização e entrega de prémios .

(Programa versão em PDF - Faça o Download aqui)



INFORMAÇÃO:

Regulamento do Evento 2 tipo - Faça o Download Aqui

Regulamento do Evento Geral TCDE - Faça o Download Aqui

Fichas de Inscrição (versão para imprimir) - Faça o Download Aqui
Ficha de inscrição (on-line) - Faça aqui a sua inscrição

Cartaz (Alta definição) - Faça o Download Aqui

Lista de Inscritos 2a Contagem Mina do Bugalho - Faça o Download Aqui

publicado em Clube27

Leia Mais

FLASH 9

Flash 9 - 17/05/2012
Fernando Peres / José Pedro Silva - Mitsubishi Lancer EVO VII
Vencedor do Rally Targa-Serra de Freita - Campeonato Open de Ralis


Foto Tiago Costa do Direita 3, publicada em Sportmotores

Leia Mais

quarta-feira, maio 16

WTCC/GT1: AIA faz promoção 3 em 1

Não queremos que a crise sirva de razão para que os portugueses faltem aos melhores eventos motorizados à escala mundial a decorrer no Autódromo Internacional do Algarve, diz hoje o comunicado de imprensa do circuito algarvio.

A todos os compradores de bilhetes para o Campeonato do Mundo de Carros de Turismo (WTCC) que tem lugar a 2 e 3 de Junho, com a participação de Tiago Monteiro, receberão de imediato e gratuitamente, bilhetes para o Campeonato do Mundo FIA GT1 de 6 a 8 de Julho e para o Campeonato do Mundo de Superbike de 21 a 23 de Setembro.

Para Paulo Pinheiro, administrador do Autódromo Internacional do Algarve: "Na actual conjuntura económica, a maioria dos portugueses tem dificuldades em despender de recursos financeiros para atividades de lazer. Esta iniciativa vai juntar-se a uma série de outras que temos em curso e que visa dar oportunidade a todos os que gostam de desportos motorizados de virem ao nosso circuito. Não queremos que os preços dos bilhetes seja impeditivo para que as pessoas se divirtam e visitem o AIA", referiu.

publicado em Sportmotores

Leia Mais

terça-feira, maio 15

Competisport "Balanço é positivo”

Terminou de forma muito positiva a prova da equipa da Competisport que no passado fim-de-semana esteve a disputar o Rally Targa Serra da Freita, que teve palco em Arouca.

Num rali que foi marcado pelo muito calor que veio a dificultar a tarefa dos pilotos, Luís Mota e Alexandre Ramos apostaram numa prova regular com um andamento que lhes permitisse andar nas primeiras posições do Regional Norte e Regional Centro.
A dupla rodou nos troços iniciais dentro do 8 primeiros, evoluindo PEC a PEC o seu desempenho no rali. Nas Segundas passagens rodaram já dentro dos cinco primeiros, acabando por terminar o rápido rali na quarta posição da geral do Open de Ralis.
Além disso somaram mais dois segundos lugares, no Regional Centro e também no Regional Norte, competição que lideram destacadamente e onde garantiram já várias vitórias esta época.
Como nos adiantou o piloto do Cartaxo “Este é um tipo de traçado onde não nos enquadramos muito e otamos por fazer uma prova regular sem grandes pressões quanto a resultados. Tudo correu bem, foi uma prova “normal”, onde o carro esteve mais uma vez excelente. Sabíamos que o Daniel ia estar nesta prova mais forte, pelo que otamos por assegurar a segunda posição nos regionais, pois é fundamental para nos mantermos na luta pelo titulo em ambos os campeonatos”.
Luís Mota e Alexandre Ramos irão estar presentes no Rallye Serras de Fafe, a ter palco no final do presente mês, mas desta feita com o Mitsubishi EVO IV.

press Nuno Pimenta

Leia Mais

Daniel Nunes vence em várias frentes

O Rally Targa Serra Freita marcou o regresso da dupla Daniel Nunes e Daniel Amaral ao lugar mais alto do pódio, numa prova que foi pontuável para o Campeonato Open de Ralis, Campeonato de Portugal Júnior de Ralis, Campeonato Regional Ralis Norte e Regional Centro.

Desta feita contaram com um Mitsubishi EVO VI que esteve em pleno aliado à grande motivação da equipa conseguiram sempre rodar nos lugares do pódio, terminando em pleno a prova em pisos de asfalto ao vencer ainda o derradeiro troço do rali.

Na prova do Targa Clube não há muito a contar. A dupla de Sintra fez uma prova perfeita, sem erros, com um ritmo forte, aliado ao excelente desempenho do EVO VI conseguiram alcançar a segunda posição do Campeonato Open de Ralis.
Além disto estiveram imbatíveis nos diversos Campeonatos na qual estão inseridos. Dominaram o Regional Norte, o Regional Centro e ainda o Campeonato Júnior, saindo de Arouca com três merecidas vitórias, e uma grande colheita em termos de pontos.

Como nos salienta o piloto “O balanço é extremamente positivo. Saímos de «casa» com a intenção de sermos fortes em busca de pontos perdidos e assim o conseguimos fazer. Sair do Rali Serra da Freita com um segundo lugar á geral, 1º do júnior 1º do Centro e 1º do Norte e ainda com uma vitória no derradeiro troço à geral, foi muito bom e bastante motivador para toda a equipa para as próximas provas”.

Daniel Nunes adianta ainda que “foi um rali difícil derivado ao calor mas mantivemos sempre a moral em alta e sempre com vontade de ir mais além na classificação. O carro esteve cinco estrelas e ainda deu para ao longo do rali irmos fazendo uns melhoramentos a nível de acertos de suspensão”.

Daniel Nunes e Daniel Amaral prosseguem agora em Junho com o Rali de Monção, prova em pisos de asfalto a cargo do CAMI.

press Nuno Pimenta

Leia Mais

Paulo Moreira "Percalços condicionam o rali"

O Campeonato Open de Ralis foi este passado fim-de-semana até Arouca para a segunda edição do Rallye Targa Serra da Freita, que contou com a dupla da MR Team, Paulo Moreira e Marco Macedo novo Opel Corsa OPC.

A prova em pisos de asfalto acabou por ser marcada por diversos percalços mecânicos que acabaram por condicionar bastante o desenrolar do rali para a dupla do Porto.
Como nos salienta o piloto “este foi um dos piores ralis que fiz até hoje em termos de problemas mecânicos. Tudo correu mal. Na primeira PEC o carro não desenvolvia e o motor não passava das 5.000 rpm. No final, verificámos que as rodas de trás bloqueavam, percebendo que fizemos toda a especial “travados”. No final da especial conseguimos remediar o problema, mas no troço seguinte, uma saída mais larga originou um furo e decidimos prosseguir até ao final do troço com a roda furada, originando ainda antes do final a rutura do tubo de travões e os últimos 3 kms foram feitos furados e sem travões”.
Apesar de tudo a equipa foi rodando com o novo Opel Corsa OPC, indo subindo também algumas posições. “Na terceira especial, o problema de travões continuaram. Conseguimos reduzir o bloqueio das rodas, mas não conseguimos eliminar totalmente, o que nas travagens fortes provocava um desequilíbrio do carro. Assim, e com este problemas todos, já foi bom terminar. Esperamos ter tudo melhorado já nas Serras de Fafe com o Daniel Ribeiro e andar num ritmo bem melhor da nossa parte em Monção”, concluiu Paulo Moreira.
Após as quatro especiais de classificação, na realidade três pois a ultima foi neutralizada, a equipa do Opel Corsa OPC concluiu o rali na 22ª posição da geral.
A equipa conta com os apoios de Caetano Technik; Sopneus; ENI; BCA; Credibom; Biodouro; Grafite; NSA; Leatronic; Hotel dos navegadores, Tintauto, Irmsher e Monteiros Competições.

press Nuno Pimenta

Leia Mais

segunda-feira, maio 14

Morreu Almeida Santos

António Almeida Santos, examinador de condução automóvel, figura bastante conhecida na região do Algarve, por durante muitos anos ter estado colocado em Faro efectuando exames de condução a muitas pessoas, faleceu hoje em Lisboa aos 60 anos de idade, vítima de doença prolongada.

Almeida Santos era natural de Lisboa mas era um algarvio adoptivo, devido à enorme empatia que desenvolvia naturalmente. Foi durante alguns anos (década de 80 / 90) um dos grandes animadores do desporto automóvel no Algarve e no país, tendo efectuado várias épocas como piloto de rallyes, tendo como navegadores, entre outros, João Martins e Helder Martins.

O funeral realiza-se amanhã (terça feira), dia 15 de maio, pelas 14:00 horas, da igreja de Benfica para o cemitério local.

publicado em Região Sul
Foto Ralisasul

Leia Mais

RVM - na estrada de 6ª a domingo, com o regresso de Boaventura.

O Rali Vinho Madeira vai mesmo para a estrada sendo disputado em três dias com inicio na sexta-feira prolongando-se até domingo sendo disputadas 19 provas especiais de classificação, com referência para a entrada de Boaventura em detrimento da especial da Meia Serra e a inclusão no sábado da especial de Serra d'Agua.

Assim na 6ª feira ao fim da tarde disputa a especial da Avenida do Mar. Reservado para sábado as classificativas de Campo de Golfe, Chão da Lagoa; Serra d'Agua, Boaventura, Santana e Refreta, todas elas disputadas por duas vezes.

Reservado para domingo as classificativas de Paul da Serra, Ponta do Pargo e Rosário tambem com duplas passagens.

A finalizar referência para o parque de assistência que deixa a Horarios do Funchal sendo instalado na Praça do Mar. A prova vai para a estrada a 27 prolongando-se até 29 do mês de Julho.

publicado em MotoresMagazine

Leia Mais

domingo, maio 13

Autódromo do Algarve prepara recepção ao WTCC

Falta pouco menos de um mês, é já a 2 e 3 de Junho, que o Autódromo Internacional do Algarve recebe a caravana do Campeonato do Mundo de Carros de Turismo (WTCC) que este ano deixa a emblemática pista do Porto e ruma ao sol algarvio. Tiago Monteiro continua a ser a estrela portuguesa num Campeonato amplamente conhecido pelas constantes lutas entre adversários que protagonizam corridas alucinantes.

O AIA recebeu pela primeira vez esta prova em 2010 num evento que ficou marcado pela vitória de Tiago Monteiro que este ano se espera volte a repetir. O piloto português não teve um início de época fácil, mas é quase certo que chegará a Portimão com um novo motor no seu SEAT Leon o que lhe vai conferir um estatuto de piloto favorito à vitória. Mas, já é sabido que a armada da Chevrolet composta pelo campeão e actual líder do Campeonato Yvan Muller, por Alain Menu e por Robert Huff, não vai ceder um milímetro. Já sem contar com os pilotos da BMW que também se têm revelado muito fortes. Mas, em Portugal as atenções centram-se no que é português e o mote desta prova centra-se no apoio a Tiago Monteiro.

Mas, nem só de WTCC se vai viver este fim-de-semana. O Campeonato de Portugal de Circuitos vai estar em acção. O início da temporada tem sido muito animada com grelhas repletas de carros que variam entre Porsche, Ferrari, Lamborghini ou Audi e alguns dos melhores pilotos portugueses da actualidade como José Pedro Fontes, César Campaniço, Miguel Barbosa, Patrick Cunha, entre muitos outros. Em pista estará também o Campeonato AutoGP que trás, num fim-de-semana de carros de Grande Turismo, o brilho dos fórmulas.

E para tornar tudo ainda mais especial num fim-de-semana que se espera próprio de Verão estão a ser preparadas uma série de actividades dentro e fora do paddock.

O AIA apela ao público algarvio e ao resto do país a apoiar Tiago Monteiro nesta luta pela vitória e proporciona a todos quantos queiram comprar bilhetes, a fazê-lo até ao dia 20 de Maio com 20% de desconto.

publicado no site oficial AIA

Leia Mais

FLASH 8

Flash 8 - 13/05/2012
Dani Sordo / Carlos del Barrio - Mini Countryman S2000 1.6T
Vencedor do Rally da Córsega - Intercontinental Rally Challenge


Foto ircseries.com, retirada de Rally-Mania.CZ

Leia Mais

sábado, maio 12

Peres vence, e Martins abandona no final do rali

O Open deste ano começa a ser repetitivo. Fernando Peres dominou a seu bel-prazer o Serra de Freita, enquanto que Carlos Martins voltou a repetir o 3º posto no rali, mas desta feita não teve sorte pois viria a abandonar na ligação com problemas de caixa de velocidades. Diogo Gago acabou no 6º posto, e foi 3º nas duas rodas motrizes.

A correr em 'casa', Fernando Peres (Mitsubishi Lancer Evo VII ) venceu o Rali do Targa/Serra da Freita, numa prova em que sem forçar demasiado, venceu três dos quatro troços que compunham o evento, só perdendo a derradeira especial para Daniel Nunes (Mitsubishi Lancer Evo VI), segundo classificado, numa altura em que controlava por completo o andamento do seu adversário.

O piloto da Peres Competições teve alguma oposição inicial por parte de João Barros (Citroen Saxo Kit Car), o único piloto que logrou vencer no Open (Castelo Branco) para além de Fernando Peres, mas foi sempre dilatando a liderança, ficando mais descansado, quando na terceira especial o piloto do Citroen Saxo Kit Car abandonou com problemas mecânicos, numa altura em que estava 'ainda' a 12,7s do líder.

Quem herdou o segundo lugar foi Daniel Nunes, que manteve sempre atrás de si o terceiro classificado final, Carlos Martins (Mitsubishi Lancer Evo VI), que terminou quase vinte segundos atrás de si (nota adicional - abandonou na ligação com problemas na caixa de velocidade). Mário Barbosa (Citroen Saxo Kitcar) foi quarto classificado e o melhor entre os duas rodas motrizes, enquanto Aníbal Rolo (R5 Turbo) venceu os Clássicos.

Artigo e imagem de Autosport

Leia Mais

sexta-feira, maio 11

Paulo Moreira “Continuar a adaptação ao carro”

Depois da estreia no Rallye Vidreiro do Opel Corsa OPC, a equipa da MR Team irá prosseguir o seu programa desportivo com a realização do Rali Targa Serra da Freita, que irá ter palco já este próximo sábado em Arouca, numa “jornada” pontuável para o Campeonato Open de Ralis, Campeonato Regional Ralis Centro, Norte e ainda Campeonato de Portugal Júnior de Ralis.

Na prova em pisos de asfalto, o principal objetivo para o piloto do Porto Paulo Moreira é mesmo continuar a evolução à nova maquina que está ainda em fase de evolução, mas que deu já provas de ser um carro extremamente competitivo.

Como nos salienta o piloto “queremos essencialmente continuar a fazer a melhor adaptação ao carro, pois é ainda a segunda prova que fazemos com o mesmo. Neste rali o carro já vai bem mais competitivo, pois após o rali em Vieira do Minho, introduzimos mais algumas melhorias. No momento o mais importante para nós é fazer o máximo de quilómetros, para com um melhor conhecimento do mesmo, podermos tirar todo o partido das potencialidades do carro”.

Paulo Moreira terá um novo navegador para as provas do Open, já que irá contar a partir da prova do Targa Clube com o navegador Marco Macedo. “Este será o meu primeiro rali com o Marco, pelo que será um rali de adaptação, mas acredito que será uma boa parceria, tendo em conta a experiencia do Marco” salienta o piloto.

O Opel Corsa OPC irá estar ainda mais competitivo, pois como já referido, após a realização do Rallye Targa Veira do Minho com Daniel Ribeiro, a equipa técnica dos Monteiros Competições introduziu ainda mais algumas melhorias que o irão tornar ainda mais competitivo. Esta prova irá marcar também a estreia da nova imagem da equipa, onde o Opel Corsa se irá apresentar as novas cores e todos os parceiros deste projeto para o presente ano.

O Rali terá duas especiais de classificação que serão percorridas por duas vezes. No total as equipas percorrem 126 quilómetros, dos quais 67 serão em contra relógio! A prova arranca às 14h00, sendo que o pódio final está previsto para as 19h35 em Arouca.

A equipa conta com os apoios de Caetano Technik; Sopneus; ENI; BCA; Credibom; Biodouro; Grafite; NSA; Leatronic; Hotel dos navegadores, Tintauto, Irmsher e Monteiros Competições.

press-release Nuno Pimenta

Leia Mais

Andar rápido é o objectivo!

Começa amanha mais uma edição do Rali Targa / Serra da Freita, organizado pelo clube portuense, na região de Arouca. A equipa poveira A.MaiaSport, estará mais uma vez presente, desta feita apenas com a dupla Júlio Maia / Alexandre Rodrigues a bordo do Peugeot 206 S1600, já que a mesma não conta para o Desafio Modelstand, campeonato onde está inserida a outra dupla da equipa.

Esta é a segunda participação de Júlio Maia nesta prova, “ num traçado muito técnico e rápido, do agrado de quase todos os pilotos que já participaram na edição anterior. Agora sinto-me bem entrosado com o carro do que na edição passada, portanto penso conseguir andar regularmente entre os mais rápidos da Cat1. É esse o objetivo para a prova nunca descurando a chegada ao controlo final” finalizou o piloto apoiado pelo Credito Agrícola e Liqui Moly.

A prova começa ao início da tarde de sábado com dupla passagem pelas classificativas FIGUEIREDO / CANDO e MANHOUCE / CANDO para terminar no centro de Arouca por volta das 19h30.

Relembramos que continuamos com a parceria a equipa poveira e a Associação Dar-a-Sorrir, uma associação de carácter social onde são desenvolvidas várias iniciativas na ajuda de pessoas carentes e sem recursos financeiros, onde a equipa vai ao longo da época dispor de um bidão no parque de assistência onde todos os presentes poderão deixar as suas “Tampinhas”, um dos projetos da associação tem como objectivo impulsionar a reciclagem e a solidariedade na angariação e recolha de tampinhas junto a sociedade. Posteriormente estas tampinhas recolhidas serão vendidas, e os fundos revertidos para a aquisição de vários tipos de equipamentos destinados à deficientes com necessidades especiais, que estejam impossibilitados de os adquirir por não obterem recursos financeiros para tal.

A equipa agradece o apoio de todas a empresas de que continuam a acreditar no nosso projecto onde destacamos a: LIQUI MOLY, CRÉDITO AGRICOLA, WACKER NEUSON, A.MAIA LDA, BAR MOINHOS AO VENTO, AUTO COSTA, NORTESHOPPING E POVOACAR entre outros.

comunicado A.Maia Sport

Leia Mais

Open prossege na Serra de Freita

A próxima prova do Campeonato Open disputa-se este fim-de-semana e conta com 33 equipas inscritas. Entre elas, e como tem sido hábito esta época, Diogo Gago que irá centrar no Campeonato Junior (a prova não pontua para o Modelstand) e Calros Martins, sério candidato aos lugares do pódio, procurando melhorar os terceiros postos alcançandos em Castelo Branco e Vidreiro.

LISTA DE INSCRITOS

Leia Mais

quinta-feira, maio 10

WTCC: Nuvens sobre a prova portuguesa

O Campeonato do Mundo FIA de Carros de Turismo (WTCC) poderá expandir-se em 2013 para duas economias emergentes (Rússia e Índia), o que poderá tirar a Portugal a prova que lhe pertence desde o renascimento do campeonato.

Marcelo Lotti, o responsável máximo da empresa que promove o campeonato, confirmou ao site sueco TouringCarTimes que está a tentar levar ao FIA WTCC à Índia e à Rússia no próximo ano. O país asiático tem a sua economia no auge e por si só interessa a qualquer construtor automóvel, já a Rússia tem peso no FIA WTCC, pela presença oficial da LADA, cujo esforço poderá crescer em 2013, e da Lukoil, que financiou esta temporada o regresso da SEAT Sport à ribalta mundial.

"Espero encontrar uma forma para que a Índia abra a temporada no próximo ano", disse Lotti ao TouringCarTimes. "Ainda não está nada feito, é uma discussão em aberto. Eles estão interessados, nós estamos interessados".

O promotor do mundial de turismos, também não negou, à mesma fonte, o interesse do FIA WTCC rumar ao extremo leste europeu, mais precisamente à Rússia. "Nós estamos a aguardar pela homologação da Moscow Raceway que é a única oportunidade para nós corrermos na Rússia. Julgo que a inspeção da pista é já este Junho. Se eles conseguirem a homologação, de certeza que tentaremos ir à Rússia", acrescentou Lotti.

A entrada destas duas provas no calendário do terceiro campeonato mundial da FIA poderá traduzir-se no desaparecimento de duas rondas no "velho continente", sendo a Eslováquia, que este ano entrou no calendário como alternativa de recurso, e Portugal os elos mais fracos. De acordo com o mesmo site, a continuação do FIA WTCC em Portugal está de momento "em negociações".

Fonte conhecedora das negociações entre as entidades portuguesas e os organizadores do mundial ao SportMotores.com é mais optimista sobre a actual posição da ronda lusa: "A lista de eventos do próximo ano ainda não foi esboçada. E que de qualquer forma, a adição de novas provas, não quer dizer que alguns eventos actuais serão abandonados", e que, por agora, o "objectivo de 2013 é levar (novamente) o WTCC ao Porto".

Depois do Circuito do Estoril ter virado costas ao evento este ano, o FIA WTCC corre entre nós no Autódromo Internacional do Algarve. O ano passado esta prova fez parte do programa de festas do Circuito da Boavista, evento que se traduziu num retorno de 14 milhões de euros para um investimento de 700 mil euros.

publicado em Sportmotores

Leia Mais

Gago procura bom resultado na Freita

Diogo Gago e Jorge Carvalho estarão este fim de semana no Rallye Targa/Serra da Freita, onde o objectivo da equipa passa por somar o máximo de pontos possível nas várias competições em disputa.

Depois de três vitórias consecutivas no Desafio Modelstand, a que se soma ainda a liderança do Campeonato de Portugal Júnior de Ralis, ainda na Categoria 1 do Open de Ralis e um fantástico terceiro lugar no Campeonato Open de Ralis em termos absolutos, a dupla vai para a Serra da Freita com o objectivo de somar o máximo de pontos.

O jovem algarvio confirma que a dupla vai "motivada para fazer bons resultados. Estamos mais focados no Campeonato Júnior pois é o objectivo principal desta prova. Sabemos que em condições normais vai ser muito difícil andar à frente do nosso principal adversário, mas estamos esperançados em alcançar um bom resultado. Esta prova também vai ter um aspecto importante na minha evolução como jovem piloto, que vai ser o facto de os troços serem mais extensos do que o habitual. Espero assim que eu e o Jorge Carvalho estejamos bastante concentrados e com o ritmo certo para andarmos depressa e fazermos bons tempos", começou por dizer Diogo Gago.

Factor importante na temporada de Diogo Gago tem sido a sua adaptação ao Peugeot 206 Gti, com o piloto a considerar que após quatro provas realizadas este ano, a sua "adaptação ao Peugeot 206 está a ser muito positiva, produtiva e sabemos que ainda temos algumas coisas a explorar no carro em asfalto. Sinto que tenho andado muito bem, com um nível alto mas sem nunca ultrapassar os limites pois não me sinto ainda à altura de andar nos limites com o carro. O carro tem-se mostrado bastante fiável e muito competitivo, algo que se deve à excelente equipa técnica que me acompanha", finalizou o piloto apoiado pela Eni e Chaveca e Janeira.

O Rallye Targa/Serra da Freita terá lugar no próximo sábado, sendo composto pelas duplas passagens pelas especiais de Figueiredo/Cando com 13,15kms e ainda por Manhouce/Cando com 20,50kms.

press SportsMultimédia

Leia Mais